domingo, 10 de janeiro de 2010

Amigos de Delmiro Gouveia: Encontro em Janeiro de 2010

Após cinco anos sem ir até a Macondo Sertaneja, eis que dei o ar da minha graça agora no final de dezembro e primeiros dias de janeiro. Passei sete dias por lá. E em se sabendo que estava na cidade, não é que os antigos colegas de turma do GVM resolveram promover um encontro que não estava programado dos AMIGOS DE DELMIRO GOUVEIA!

Mesmo após trinta e três anos de conclusão do curso ginasial, ainda é possível reunir parte da turma. Obviamente é bastante difícil reunir todos. Este foi o terceiro dos encontros que participei. Estive presente pela primeira vez em outubro de 1997(encontrodos 20 anos) e depois em junho de 2002(encontro dos 25 anos). Mas sempre que podem os que ainda residem na cidade ou que passam férias ou feriados por lá, encontram-se com maior freqüência.

As fotos das reuniões passadas podem ser encontradas no endereço www.amigosdedelmirogouveia.hpg.com.br , que foi o primeiro site da série e que deu origem aos blogs posteriores até chegar nesta versão atual.

Vamos espiar as fotos.
Calçada do Candeeiro Bar(janeiro/2010)

Papeando com o Márcio
Ni(seu irmão Nel não pode comparecer)César e Márcio
Edson Borracha, César, Tânia, Márcia e Patricia que havia chegado de Maceió há poucos instantes atrás e veio quase que direto para a festinha.
Cida,Rita, Graça,Tânia,César e Fatinha fizeram um brinde e cobriram o rosto de alguém!
Lalide apareceu!
César, Fatinha(nossa grande atriz e que ainda lembrava na íntegra suas falas na peça: Nêga Maluca) e o Cleiton
E o pessoal chegando e se abancando:Ritinha,Graça Padilha,Lalide,Borracha,Cleiton,Ricarti, Zezinho,Tânia e César
Cleiton dando um caloroso abraço no Marcio.
César entre Márcia e sua mãe D. Lacir(que foi nossa professora nos tempos de GVM)
Tânia(minha prima) com a guarda de honra feita pelos meninos: Edson "Borracha", seu irmão Ricarti, César, Zezinho e Cleiton.
Prazer imenso reencontrar os irmãos Márcia e Márcio. Márcia eu não tinha contato desde 1982 e Márcio desde 1977! O Márcio é uma destacada liderança sindical dos bancários em Alagoas e no nordeste.
Lalide anotando tudo no caderninho
Meus primos queridos: Tânia e Ricarti
Zé Pereira(Zezinho), Fatinha. Lalide,Graça Padilha, Neto(de Clênio),Ni(de Rosalvo Souza) e Cida (de George)
Rita, Fatinha, Cida,Graça, Márcio, Ricarti e Zezinho.

Entre Márcia Anjos e Patrícia Pedrão
Clube da Luluzinha: Lalide, Cida e Tânia.
Patricia chegando e causando o maior rebuliço
Entre Cida Lisboa e Tânia Mafra

22 comentários:

Edmo Cavalcante disse...

Cesinha, a sensação é de que não posso faltar a esses encontros, pois quando vejo as fotos, fico me "roendo". O pior é que nesse, tinha raridades seu tipo, Márcio e Márcia. Aliás estes, tive estreita amizade na infância e aborrecência. Esse seu reencontro com o Márcio poderia ter o título: "QUEM ESPERA SEMPRE ALCANÇA". Mas, tudo bem vou me contentando em ver as fotos, e para compensar fico aqui em casa cantarolando o hino da AID(ASSOÇIAÇÃO IRMÃOS DESUNIDOS).

Anônimo disse...

Olá, César, que grata surpresa essas fotos, identifiquei alguns que conheço, Lalide, Borracha e (que surpresa) seu primo DEDÉ, ali chamado de Ricarti. hehehehehe!!!
Dedé é uma figuraça, muito inteligente, e gosta de beber pouco... hehehe!!!!!! Também estive por aquelas bandas nesse período...
Parabéns pelo (re)encontro com o pessoal da terrinha.

Por David

ABRAHAO LINCOLN P.OLIVEIRA disse...

Oi César,
Felicíssimo 2010!!!
Mais uma vez, estivemos em DG e não tivemos oportunidade de nos conhecer, pssoalmente.
Estive lá de 30.12 a 03.01
Paulo da Cruz, tambem estava por lá.
Abraços

César Tavares disse...

Edmo:faltou vc cara!

David: não sabia que o Ricarti tb tinha este apelido "Dedé". Um primo já falecido que era chamado assim.

Abrahão: Pôxa uma pena. Tb fui sem avisar. Teremos outras oportunidades.

Abraços a todos.

Lima 51 disse...

Olá César, parabéns pela confraternização, coisa boa é revermos os amigos que a tempo não víamos e melhor ainda é saber cultivar a amizade ao longo do tempo, isso é felicidade. Se estivesse em DG teria pelo menos dado uma passada para conhecer alguns, mesmo me sentindo um intruso.
Abraços e Feliz 2010 aos AMIGOS DE DELMIRO GOUVEIA.

Lima 51 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Danúbio de Oliveira disse...

Depois de alguns dias de ausência, o que vejo? Quase todos reunidos numa bela confraternização e eu nem sabia... Que pena. uma oportunidade dessas talvez lá no próximo século. Mas é bom demais saber que o calor da amizade do anos 70 ainda aquece essa turma quase inseparável sob a bênção de Delmiro Gouveia. Um Felissíssimo 2010 a todos.

cesatavares disse...

Danúbio não tinha nada marcado não. Foi de última hora que fizeram um "pega na rua"....

abraços e Feliz 2010 tb.

Anônimo disse...

Olá, César, por favor, permita-me retificação no meu comentário anterior.
Mostrei essas fotos do post para uma amiga que garantiu que o teu primo Ricarti, de fato, não se trata do DEDÉ que eu pensava ser.
hehehe! Mas parece muito.

Por David

Luiz Reginaldo Silva disse...

Excelente post! Não é todo dia que conseguimos estar reunidos com pessoas que significaram e significam a amizade de colegas de sala de aula nas escolas da vida. Que estas imagens fiquem como registro de uma identidade de uma turma de alunos que em um passado remoto estiveram juntos.
Já são mais de trinta anos de amizade espalhada pela vida e isso só demonstra a humildade de cada um de voces.
Parabens a todos que um dia lá no passado estiveram juntos.
Abraços.

César Tavares disse...

Nâo estiveram no encontro mas no entanto tive oportunidade de papear com outros colegas do GVM.

O Gonçalo Oliveira apareceu na pousada onde eu estava hospedado e pudemos conversar um pouco. Não tinhamos contato desde 1977. Mas ele disse que sempre que pode dá uma espiada no nosso blog.

Tb encontrei no abrigo de Ciço Gobeu o João"Tubiba". E o Nel encontrei-o em frente a sua antiga residência na rua. D.Pedro II. Ele estava um tanto atordoado pelos "trabalhos" na noite anterior e não me reconheceu de imediato.

Paurilio disse...

Amigo César,
A origem do blog "Amigos de Delmiro Gouveia" foi toda essa gente bonita que figura nessas fotografias, além de outros históricos formandos do curso ginasial em 1977. Conhecemos aquela sua história de apenas querer reunir os antigos colegas para a comemoração dos 25 anos da turma, etc, etc. e nosso blog hoje é um sucesso, ninguém contesta isso, agregando delmirenses de todas as épocas, moradores da nossa querida Delmiro Gouveia ou não, pois já li comentários de filhos da terra residentes em outros paises (é uma pena os comentários terem sido apagados). Há um atrativo sem igual nessa sua idéia, gerando o interesse de todos em relembrar algum assunto, algum caso, alguma pessoa, quando se depara com os escritos ou com as fotografias aqui postados. Este blog tem essa força, a de nos unir num mesmo interesse - por isso nos referimos a ele como "nosso blog". E tributamos a você, César, o sucesso. Aqui, muitos e muitos nem lhe conhecem pessoalmente, mas normalmente iniciam os comentários assim: "Amigo César, ...". Essa amizade tão sadia gerada pelo blog, nos leva, a todos nós, a essa intimidade. Aqui, de fato, temos intelectuais, doutores, professores, etc mas todos se colocam num mesmo nível, todos são amigos. Parabéns.

Anônimo disse...

É isso aí mesmo Paurílio. A coisa foi tomando outras proporções. Grato.

César

Ricardo Dreia Ramos de Menezes disse...

Embora eu não faça parte da Turma de 77, alguns dos que se encontram nestas fotos (Lalide, Borracha, Márcio, Ricarti, Cleiton, Patrícia e Tânia) faziam parte da Turma da Fubuia, entre 1980 e 1985, época em que eu passava as férias escolares em Delmiro Gouveia. A maioria deles estuva em Maceió, alguns em Campina Grande. Eu e meu irmão eram os únicos que estudavam em Recife. Eram férias regadas a cerveja e, principalmente, cachaça (Pitu), muita cachaça, pois a grana (oriuda das parcas mesadas) era muito apertada. Mas no fim das farras, acompanhadas de violão e batucada, que costumavam varar as madrugas, muitos ficavam bêbados e, literalmente, lambendo as calçadas.

Anônimo disse...

Ricardo a famosa turma da Fubuia dá um post legal. Que tal vc fazer um ? Há registros fotográficos dos encontros de vcs? Na tal turma ainda havia a Rita irmã do João Camba ou estou enganado?

César

Ricardo Dreia Ramos de Menezes disse...

César, eu tenho umas fotos da Turma da Fubuia. Farei um post. O problema é escrever. Sou muito preguiçoso. Farei um post curto.

Anônimo disse...

Ricardo fico então no aguardo. Pode enviar por email.

abraços.

César

Anônimo disse...

César,

Eu também estive em DG no final do ano. Como a familia da minha nora resolveu curtir o final de ano na nossa Macondo eu tive que ciceroneá-la e quase não saí do roteiro turistico. Mesmo assim ainda tive a oportunidade de encontrar Abrahão e Absalão. Na semana passada voltei à DG para presidir uma banca de concurso público para selecionar o professor de métodos quantitativos do Campus do Sertão da UFAL. Por falar em UFAL vou tentar escrever um texto sobre a chegada da universidade ao sertão alagoano e que com certeza vai mudar muita coisa por lá.
Paulo da Cruz

Anônimo disse...

Pois é Paulo mas uma vez não nos encontramos. Fica para a próxima(que geralmente nunca é tão próxima). Tentarei encurtar minhas idas para Macondo.

abraços

César

Anônimo disse...

César, Que belo encontro. Tambem passei por DG nesse período, mas fiquei surpreso mesmo foi pelo reaparecimento do márcio que não vejo desde 82, na época trabalhava no BRADESCO. Ele foi quem me delegou a missão de torcer pelo VASCO, desde aquela final do brasileiro de 74, onde assistimos em sua casa na rua do ABC. Sempre imitou o Roberto Dinamite, antes cancola com os cabelos longos, agora camisa solta e cabelos grisalhos. Fico feliz em saber do sucesso de todos e gostaria de saber se vc ficou com algum contato dele (e-mail) pois gostaria de contactá-lo.
Adailton

César Tavares disse...

Adailton não fiquei não. Mas a Marcia, irmã dele, faz parte dos meus amigos no orkut.

abraços.

Blog do Etevaldo disse...

Bom rever a minha amiga Tânia Mafra. Fomos colegas no hospital de Pão de Açúcar.