quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Geléia Geral Delmirense ( 2ª parte) Anos 70.

Como trata-se da continuidade da postagens antecedentes, por pura preguiça mental vai o mesmo texto. Creio que a validade é a mesma. Afinal estamos aqui para recordar bons tempos.
 Geléia geral de imagens do passado delmirense. Todas foram enviadas pelo nosso mais colaborador Vítor Marques. Ele tem se empenhado cada vez mais em fazer uma verdadeira varredura nos baús familiares. Já é quase um antropólogo ou sociólogo amador das memórias delmirenses. Vixê Maria. Parece que este negócio pega. Pois comigo pegou faz um bom tempo. 

Olhar para imagens não tão antigas assim e poder encontrar um rosto que você conheceu no passado dá uma saudade imensa. Por vezes alguns já “foram para o andar de cima”. Mas muitos dos personagens ainda moram em nossa “Macondo Sertaneja”. Todos eles fazem parte um pouco de nossa historia. Não consigo lembrar de todos os nomes. Razão natural. Afinal são 32 anos fora da terrinha. Isto pesa na memória do “véio”. 

 Agora é com vocês?


Uma reunião social onde certamente a política local foi tratada. Entre outros temos nesta imagem dois ex-prefeitos : Serpa e o José Bandeira. E os demais quem são? 

Mais um momento que antecedia o desfile do 7 de setembro. Bernadete Feitoza é segunda menina. E as demais quem são? Deixa o seu recado. 

E se este fusca falasse o que ele poderia dizer aos rapazes delmirenses? Zé Carlos Feitoza e ...

Uma farra num sítio? Onde? Entre outros reconheço Fabrício Marques(Titito pai do Vítor o dono desta postagem), Márcio de camiseta verde. O Márcio é o esposo da minha prima Zara. E os demais quem são?

Outra farra em outro sítio? Zé Carlos certamente animou a turma com os acordes do seu violão. E quem são os demais?

E este "show" quando é onde? Quem é o "cantor" que aparece ao lado da sempre presente e animadíssima  Bernadete Feitoza?

E esta turma quem lembra dos nomes de todos? Onde estavam e o que comemoravam? 

E esta garotada? Quem é quem? 


9 comentários:

Joao Vitor Feitoza disse...

Foto 01
Da esquerda para a direita: Sentado aparece o meu pai Nozinho Feitoza, em pé outro ex Prefeito Ulisses de Sadote, sentado José Serpa, em pé José Bandeira, meu tio Zizi (vereador), sentado Antonio Alfaiate (vereador), Luiz Luna (dentista).
Maria Bernadete Feitoza usando a conta Google de Vitor Marques (meu sobrinho)

Joao Vitor Feitoza disse...

A primeira é Meire, a terceira Ivonete Dantas (minha prima) e a quarta é Madalena (INSS) esposa de Renato Guedes.Maria Bernadete Feitoza usando a conta Google de Vitor Marques (meu sobrinho)

Joao Vitor Feitoza disse...

Foto 03
Nesta aparece com Zé Carlos um ex cunhado meu (namorado de Aleide na época) Wolmes era o seu nome e era sobrinho de Antonio Lins.Maria Bernadete Feitoza usando a conta Google de Vitor Marques (meu sobrinho)

Joao Vitor Feitoza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joao Vitor Feitoza disse...

.Maria Bernadete Feitoza usando a conta Google de Vitor Marques (meu sobrinho)

Anônimo disse...


Cesar na primeira foto que vc postou da esquerda pra direita é: Nozinho Feitoza, Ulisses de Sadote,José Serpa,Zizi Feitoza,Antonio Alfaiate, Ulisses Luna.

Na foto com o fusquinha era Volmes, Pernambucano de Águas Belas, e Zé Carlos Feitoza

Everaldo Vieira Dantas

Edmo Cavalcante disse...

Na última foto: Bode,Márcio, Aline, Irmã de Pregão, Darci(Geraldo), Berna, Debi e Toinho. A foto é de setembro de 85...adivinhei né? rsrs e ao fundo a Serra de Água Branca. Pela paisagem deve ser ali próximo à antiga roça de Dona Eudócia. Caixa Dágua. Na minha infância, acompanhava papai e os oclegas dele nas caçadas. Muitas delas eram nessa localização. Dia de domingo eu ficava na expectativa de ir caçar e achava a Caixa Dágua um lugar longínquo.

Gabriel Menezes disse...

na penultima foto são sentados: Lourdes,seu marido Pedrinho e seu filho Clodo.em pé: Aloisio e Carlinhos...bjs Cléo

Hugo Sandes disse...

Edmo Cavalcante deixa eu te contar um segredo você é meu primo, a sua mãe(Norma) é minha prima de 1ºgrau, o pai dela(Zé de Olavo) era irmão da minha mãe. Eu gosto de ler as suas memórias; pois aguça as minhas também, na nossa geração eramos felizes com tão pouco. Abraço, Hugo Sandes